##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rogeiro de Almeida Marcos Ferrerira santos Julia Campiolo Porto

Resumen

Este  artigo  busca  contribuir  para  as  discussões  acerca  da  Pedagogia da  Escolha  colocando  em  pauta  a  circulação  social  da  literatura  na contemporaneidade  e  a  escolarização  do  texto  literário.  Partindo  da premissa de que não há espaço para maniqueísmos e discursos totalizantes no cenário sociocultural atual, critica-se o modo como a cultura escolar impõe  discursos  classificatórios  para  o  ensino  de  literatura.  Nesse cenário, a internet se constitui como uma potencial auxiliar na formação de leitores dada a quantidade de conteúdos literários que circulam por meio dela. A hipótese de trabalho é que o conhecimento e uso consciente das potencialidades da internet promove a individualização da trajetória educativa  da  pessoa  e  a  aposta  na  capacidade  de  autogestão  de  sua formação.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Palabras Clave
Referencias
Almeida, Rogério de (2010). Educação Contemporânea: a sociedade autolimpante, o
sujeito obsoleto e a aposta na escolha. Revista Educação: Teoria e Prática, v. 20 (34):47-
64.

Almeida, Rogério de e Oliveira, Louis José Pacheco de (2014). A tão difícil arte de ler ou
do mundo como texto. Polifonia, v. 21 (30): 269-288.

Candido, Antonio (1995). “O Direito à Literatura”. Vários Escritos. São Paulo: Duas
Cidades.

Compagnon, Antoine (2006). “O Leitor”. O Demônio da Teoria – Literatura e Senso
Comum. Belo Horizonte: Editora UFMG.

Deleuze, Gilles e Guattari, Félix (2011). Mil platôs. Vol. 2. São Paulo: Editora 34.

Ferreira-Santos, Marcos e Almeida, Rogério (2012). Aproximações ao imaginário:
bússola de investigação poética . São Paulo: Képos.

Fisher, Ernst (1959). “A Função da Arte”. A Necessidade da Arte. São Paulo: Círculo do
Livro.

Jacomel, Mirele Carolina Werneque (2008). Relações de Poder e a Literatura Brasileira.
Revista Grifos, 25: 109-121 Disponível em: http://apps.unochapeco.edu.br/revistas/
index.php/grifos/article/viewFile/658/421. Acesso em: 13 Ago. 2013.

Jauss, Hans Robert (2001). “O Prazer Estético e as Experiências Fundamentais da Poiesis,
Aisthesis e Katharsis”. In LIMA, L.C. A Literatura e O Leitor – Textos de Estética da
Recepção. 2 ed. São Paulo: Paz e Terra.

Larrosa, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de
Educação, 19: 20-28..

Lipovetsky, Gilles (1989). A Era do Vazio. Lisboa: Relógio D’Água.

Lyotard, Jean-François (1993). O pós-moderno . Tradução: Ricardo Correia Barbosa. 4. ed.
Rio de Janeiro: José Olympio.

Ricoeur, Paul (2008). Interpretação e ideologias. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2008.

ShowMeTech (2013). Metade da população mundial terá acesso à internet até 2017.
ShowMeTech, São Paulo, 7 Jun. 2013. Disponível em: http://showmetech.band.uol.com.
br/metade-da-populacao-mundial-tera-acesso-a-internet-ate-2017/. Acesso em: 8 Jun.
2013.

Todorov, Tzvetan (2010). A literatura em perigo. Rio de Janeiro: Difel.
Cómo citar
de Almeida, R., Ferrerira santos, M., & Campiolo Porto, J. (2017). Leitura de Textos Ficcionais e a Abordagem Escolar de Literatura: contribuições para uma Pedagogia da Escolha. Revista Interamericana De Investigación Educación Y Pedagogía RIIEP, 9(1). https://doi.org/10.15332/s1657-107X.2016.0001.02
Sección
Artículos