Humanismo e formação (Bildung) em tempos de TICs: aproximações hermenêuticas

Rogério José Schuck

Resumen


Os últimos 20 anos foram de enormes mudanças para a humanidade, impulsionadas sobretudo pelas Tecnologias da Informação e Comunicação TICs–, afetando a vida em todas as dimensões. O texto busca investigar a questão do humanismo nesse contexto, discutindo a relação tempo e espaço para compreender como as TICs têm sido centrais na mudança de postura e de construção do conhecimento. Seguindo a perspectiva da hermenêutica filosófica, de modo especial nas trilhas abertas por Hans-Georg Gadamer, o conceito apropriação da tradição e aproximações com o conceito formação (Bildung) abrem perspectivas para a discussão pelas vias da hermenêutica filosófica. De que modo está se dando a formação (humanística, intelectual, social) dentro desse contexto? Qual o espaço possível ao humanismo diante de um cenário extremamente complexo e plural, permeado pelas TICs? Em que sentido as TICs contribuem ou não para (re)pensarmos a questão da postura humana frente ao saber? São questões deveras complexas e que exigem mediações (que nos deem) (na busca por) algumas pistas em pro de respostas, mesmo que ainda abertas.


Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


Appel, K. O. (1955). Das Verstehen: eine Problemgeschichte als Begriffsgeschichte.

Archiv für Begriffsgeschichte. Bausteine zu einem Historischen Wörterbuch der Philosophie. Bonn: H. Bouvier, Verlag.

Bauman, Z., e May, T. (2010). Aprendendo a pensar com a Sociologia. Zahar: Rio de Janeiro.

Castells, M. (1999). A sociedade em rede: a era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra.

Charlot, B. (2000). Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed.

Gadamer, H. G. (2004). Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Petrópolis: Vozes.

Gadamer, H. G. (2001). El inicio de la sabiduría. Barcelona: Paidós.

Gadamer, H. G. (1995). Gesammelte werke 10: hermeneutik im rückblick. Tübingen: Mohr.

Gadamer, H. G. (2007). Hermenêutica em retrospectiva, 2. Petrópolis: Vozes.

Gadamer, H. G. (1994). Verdad y método II. Salamanca: Editorial Sígueme.

Gutiérrez, C. B. (2008). Ensayos hermenéuticos. México: Siglo XXI Editores.

Heidegger, M. (1998). Ser y tiempo. Santiago de Chile: Editorial Universitaria.

Lévy, P. (2011). A inteligência coletiva: para uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Loyola.

Lévy, P. (2001). A conexão planetária: o mercado, o ciberespaço, a consciência. São Paulo: Editorial 34.

Neuenfeldt, D. J., et al. (2008). A cibercultura e os alunos do ensino médio: apontamentos e reflexões. Lecturas: Educación Física y Deportes. Revista Digital, 13(126), 1-13. Buenos Aires. Disponível em http://www.efdeportes.com/

efd126/a-cibercultura-e-os-alunos-do-ensino-medio.htm

Neuenfeldt, D. J., et al. (2011). Iniciação à pesquisa no ensino superior: desafio dos docentes no ensino dos primeiros passos. Ciência e Educação, (17)2, 289-300.

Máttar, J. A. (2003). Metodologia científica na era da informática. São Paulo: Saraiva.

Theunissen, M. (2001). La hermenéutica filosófica como fenomenología del apropiamiento de la tradición. El ser que puede ser comprendido es lenguaje: homenaje a Hans-Georg Gadamer. Madrid: Síntesis.




DOI: https://doi.org/10.15332/s0120-8454.2016.0088.04

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


ISSN: 0120-8454 - e-ISSN: 2145-9169 - DOI: https://doi.org/10.15332/s0120-8454