##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Vanuza da Silva Figueiredo https://orcid.org/0000-0002-9050-3706

Resumen

Este trabalho tem o objetivo de identificar as principais contribuições sobre o fator de impacto da tese de William Andrew Paton (1922). Uma tese desenvolvida há quase um século, mas que permanece atual e relevante fonte de dados para o entendimento da teoria da Contabilidade ao longo dos anos. Mesmo de forma embrionária, esta obra traz uma contribuição para a ideia de mensuração e uma introdução ao conceito de “custo corrente”. Trata-se de uma pesquisa exploratória, que utilizou o método empregado por Oppenheim e Renn (1978) para a análise de tipologias de citações, por meio do qual pudemos observar que a maioria das citações foi classificada na tipologia c. Os resultados também evidenciaram, por um lado, que as principais contribuições da obra de Paton (1922) consistem no custo corrente, no goodwill e nos postulados. Por outro, muitos pesquisadores, em vez de explorarem a obra de Paton (1922), limitam-se a fazer citações de citações (introduzidas pela preposição latina apud) de livros de teoria da Contabilidade que citam essa obra.
 

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Sección
Artículos